Minimalismo - Como Conheci ? por Mariana Soeiro

O Minimalismo

     Oi pessoal, aqui é a Mariana! Hoje vamos conversar sobre como conheci o Minimalismo e o detalhes despertaram a minha atenção para esse estilo de vida.

The Minimalists: Joshua Ryan | Foto Reprodução do Blog The Minimalists
     Como estilo de vida, o despertar para o Minimalismo só veio através do documentário  Minimalism: A Documentary about Important Things por indicação da própria Netflix. Nesse documentário Joshua, Ryan e outras pessoas compartilharam um pouco de como e porque aderiram a esse modo de viver e paralelamente questionam quais coisas são verdadeiramente importantes para suas vidas.


Minimalism Documentary Trailler

     Algumas coisas verdadeiramente me encantaram ao ver o documentário sobre o Estilo de Vida Minimalista! A primeira delas está presente bem no inicio e aborda o tema de "como fazer as malas para viajar". Na verdade, malas não, apenas 1 mala de mão. Sim, era uma forma de viajar era realmente libertadora!    
      Após compartilhar como se preparam para viajar Joshua e Ryan começam a dialogar sobre as suas  experiências com o minimalismo em suas vidas em algumas palestras. Um dia farei algo semelhante, acho incrível! Não sei se será sobre minimalismo, mas o verdadeiramente importante é que eles não se importavam com a quantidade de pessoas estavam ali para ouvi-los. Se fossem 2, também seria incrível! Essa é a essência do todo.
     Durante todo documentário o importante é questionado: a casa própria, o tamanho dela, os móveis e seus devidos lugares. Isso te faz feliz? Essa pergunta se torna importante e precisa ser feita todos os dias, mas estamos tão ocupados em ter mais e que as vezes simplesmente esquecemos de nos questionar o que nos trás felicidade.
     O materialismo é muito questionado no documentário The Minimalists e existe um foco sobre a importância de desenvolver a consciência sobre a sustentabilidade dos nossos bens de consumo.

 "Nós não precisamos de muitas dessas coisas"

     Assim como a querida Marie Kondo, os Minimalistas questionam o que vestimos e durante o documentário trazem uma versão de armário capsula, chamado Projeto 333. Nesse desafio você utiliza 33 peças (roupas, joias, acessórios e sapatos) por 3 meses.
     A qualidade de vida está em foco no estilo minimalista e a meditação é uma grande aliada para nossa conexão interior com as coisas importantes sem a constante interrupção da chuva de informações do dia dia. Precisamos estar atentos para nos tornarmos o que gostaríamos de ser de ser e não o que disseram que deveríamos ser. O valor das pessoas precisa estar no que ela são e não no que elas tem. Ter pouco não te trará felicidade, mas ter muito também não!

"Precisamos buscar o Equilíbrio, ter o suficiente."


     Um dos grandes ensinamentos do documentário The Minimalism está em não termos controle sobre tudo o que ganhamos, mas ter obter o sobre os nossos gastos. Nós temos controle sobre ter menos e precisamos aproveitar com gratidão aquilo que já conquistamos. 
     Atualmente temos potencialmente o que quisermos, mas para termos o que quisermos precisamos estar dispostos a abrir mão das coisas importantes. Quando estamos sobrecarregados precisamos aprender a nos desconectar.As vezes ligamos o automático para muitas coisas e acabamos investindo nosso tempo e dinheiro em nos adaptar a realidades que não são nossas. Por isso que hoje quero compartilhar com vocês mais uma mudança, entrarei em uma transição mais profunda para buscar aquilo que verdadeiramente me faz feliz. 
     Isso significa que serei a primeira a fazer algumas coisas, mas a verdade é que eu quero voltar a estar focada naquilo que me faz bem sem pensar muito no que as pessoas vão pensar. Eu preciso me sentir motivada por dentro para voltar a produzir conteúdos que acredito e dialogar com as pessoas que quero. 

Isso significa me tornar minimalista? 
Não, sei ainda, mas estarei focada no que me faz feliz.
Mariana Soeiro





You Might Also Like

0 comentários